São Paulo - região metropolitana
Corrida de rua 06/02/2024

Vamos cobrir (e correr) 3 maratonas seguidas: Viena, Copenhague e Luxemburgo

Por Esportividade

Andrei e Renata (à esquerda, com bandeira brasileira) na Maratona de Praga (Marathon-Photos.com)

Uma das melhores experiências que um corredor amador pode ter é participar de uma prova que lhe permita conhecer lugares, ter contato com outras culturas e conectar-se com pessoas do mundo inteiro. É para fornecer informações a fim de que mais brasileiros sejam “maraturistas”, podendo viver intensamente tudo isso, que o Esportividade vai cobrir três maratonas seguidas na Europa nos meses de abril e maio de 2024: a Vienna City Marathon, na Áustria, no dia 21 de abril; a Maratona de Copenhague, na Dinamarca, em 5 de maio; e a ING Night Marathon Luxembourg, em 11 de maio, sábado.

O editor do Esportividade, o jornalista Andrei Spinassé, participará das três provas, encarando um desafio inédito para ele, com o objetivo de relatar aos colegas corredores amadores brasileiros como são os três eventos – desde a inscrição até a obtenção da medalha. As coberturas das maratonas austríaca, dinamarquesa e luxemburguesa são uma sequência do trabalho iniciado em 2023, ano em que o guia esportivo cobriu (e correu) as maratonas de Praga, na República Tcheca, e de Frankfurt, na Alemanha.

“Em outros veículos de comunicação brasileiros, pouco se encontra sobre esses grandes eventos, que certamente merecem ser considerados pelos ‘maraturistas’ brasileiros. Os conteúdos existentes geralmente são em língua estrangeira e não respondem a muitos dos questionamentos dos brasileiros sobre as viagens, os países e as cidades”, diz Andrei. “Nosso trabalho é fornecer – a quem nos acompanha ou a quem faz uma busca no Google – informações do ponto de vista do participante que mora no Brasil, mas vai viajar para correr.”

@esportividade♬ som original – Esportividade


Nas viagens, a repórter Renata Sá exerce uma função complementar à de Andrei: participa de provas mais curtas (vai correr 5 km em Viena, por exemplo) e, quando da maratona, apresenta sua visão de espectadora. “Fazendo jus ao investimento elevado, um grande número de corredores brasileiros participa das maratonas e, na sequência, aproveita para estender a viagem e desfrutar o local. Foi o que aconteceu com boa parte dos turistas do Brasil que conhecemos nas provas de Praga e Frankfurt e, provavelmente, vai ocorrer nas de 2024”, afirma Renata.

Esta é uma das características do “maraturismo”: em muitos casos, a maratona torna-se uma parte de uma viagem em família. E vários dos principais eventos de corrida europeus, como a Vienna City Marathon e a ING Night Marathon Luxembourg, incluem provas de outras distâncias (não só os 42,195 km), permitindo que os acompanhantes também sejam participantes.

Vienna City Marathon (VCM Group/Divulgação)

As três maratonas são bastante diferentes umas das outras. A Vienna City Marathon, a de Viena, surgida em 1984, é clássica não só pelo fato de a cidade austríaca ser considerada a capital mundial da música clássica – Beethoven e Mozart, por exemplo, moraram em Viena –: um dos pontos por onde a prova passa, o parque Prater e a via Hauptallee, recebe eventos de corrida há mais de dois séculos, desde 1822. Foi lá também que, em 2019, o queniano Eliud Kipchoge tornou-se a primeira pessoa a conseguir correr uma maratona em menos de duas horas – trata-se de um recorde extraoficial.

Copenhagen Marathon, a Maratona de Copenhague (Sparta/Divulgação)

A Copenhagen Marathon, cuja primeira edição ocorreu em 1980, também é considerada uma prova rápida, e o percurso permite que os participantes contemplem as maravilhas arquitetônicas da cidade nórdica, que foi considerada a “Capital Mundial da Arquitetura de 2023” pela Unesco. O evento dinamarquês faz tanto sucesso que as 15 mil inscrições colocadas à venda já estão esgotadas. Cerca de 47% dos inscritos são estrangeiros, dando a ele um caráter realmente internacional.

ING Night Marathon Luxembourg, a Maratona de Luxemburgo (Step by Step/Divulgação)

A ING Night Marathon Luxembourg, a Maratona de Luxemburgo, como o nome já diz, é noturna. Na verdade, não é noturna o tempo inteiro: inicia-se às 19h e, ao longo da participação nela, a noite chega. Está mais próxima dos brasileiros do que se imagina: percursionistas de diversas partes da Europa vão ao grão-ducado, localizado entre Bélgica, Alemanha e França, e apresentam-se durante o evento, considerado uma “festa de samba”. É uma maratona muito mais relacionada à incrível experiência que ao desempenho esportivo, uma vez que o percurso é repleto de curvas e inclui vias estreitas.

Nas três maratonas, o Esportividade será apoiado pelas respectivas empresas organizadoras, VCM Group, Sparta e Step by Step. A cobertura da Maratona de Copenhague terá ainda o apoio da Embaixada Real da Dinamarca. Andrei e Renata se prepararão para o desafio em parceria com ClassPass. Até março de 2024, cada evento será detalhado em um texto próprio. Em abril e maio de 2024, a cobertura “in loco”, na Europa, se dará. Acompanhem-na aqui no Esportividade e nas redes sociais, como no Instagram, para o qual serão produzidos vídeos curtos.

Comentários


  • Gostaria de me programar para 2026, gostaria de saber valores e se dá tempo para.este ano. Por fvr

    • Esportividade disse:

      Oi, Rosana! Tudo bem? É um objetivo alcançável. Exige planejamento financeiro e preparação física, mas é realizável. As inscrições para Viena e Luxemburgo ainda estão abertas. Vamos publicar, até março, textos explicando cada um dos três eventos. Mas haverá mais profundidade nos que publicaremos depois de cada prova. Quanto a valores, vamos dizer quais são os principais gastos ao longo da cobertura. Bom dia!

  • Deixe seu comentário


    Enviando esse comentário estou ciente da política de privacidade deste SITE JORNALÍSTICO.